6 de novembro de 2018

A Importância da Aprendizagem para o Jovem Aprendiz é tema de seminário no Senac

Evento reuniu representantes do Ministério do Trabalho e das empresas em solenidade na Unidade Poço.

 

“Só fazemos a mudança com a educação. Nesse sentido, o Programa de Aprendizagem vai além da legislação ao promover inclusão social. Precisamos fortalecer esse projeto de cidadania e contamos com o apoio de vocês”. Com essas palavras, a diretora regional do Senac Alagoas abriu a segunda edição do Seminário Senac de Aprendizagem, evento realizado na manhã da última quarta-feira (31.10), no auditório do Senac Poço.

 

Por meio de uma mesa redonda mediada por Sandro Diniz, gerente de educação profissional do Senac Alagoas, o juiz Alonso Filho, titular da 10ª Vara do Trabalho, a procuradora do Ministério Público do Trabalho, Virgínia de Araújo, a auditora fiscal do trabalho, Dulciane Montenegro, o analista de pessoal da Casa Vieira, Itamar Tavares, e o diretor de educação profissional do Senac Alagoas, Marco Antônio da Silva, destacaram a importância do programa de aprendizagem, destinado a jovens de 14 a 24 anos, encaminhados pelas empresas do setor do comércio de Bens, Serviços e Turismo.

 

“A lei não muda a realidade. Qual o meu olhar sobre esse programa: a cota que tenho que cumprir ou a oportunidade de transformar vidas? ”, argumentou o juiz Alonso Filho. “Os jovens são a nossa esperança. Infelizmente, ainda enfrentamos muita resistência das empresas em cumprir a cota de aprendizagem pela falta de entendimento sobre as vantagens em ter um aprendiz”, complementou a procuradora Virgínia. “A empresa que inclui o jovem faz com que ele seja um instrumento de mudança”, reforçou a auditora fiscal Dulciane.

 

Durante a mesa redonda, o mediador Sandro Diniz reforçou que, no Senac, o atendimento à juventude é uma prioridade desde a criação da instituição, um programa que contempla horas destinadas à formação educacional, que são cumpridas nas unidades educacionais do Senac, e a prática profissional, desenvolvida diretamente na empresa contratante. “Atualmente, o Senac Alagoas contempla 1.621 jovens no programa, entre cursos presenciais e na modalidade a distância em Maceió e cidades do interior, número que podemos alavancar com a ajuda dos empregadores que, além de cumprirem a legislação, assumem o papel de parceiros nessa ação educativa”, comentou Diniz.  “O Programa de Aprendizagem forma pessoas, realiza os sonhos do aluno e da família dele, alimenta a esperança da cidadania e contribui para o desenvolvimento da economia”, reforçou o diretor Marco Antonio Silva.

 

O analista de pessoal da Casa Vieira, Itamar Tavares, conta que trabalha na empresa há 38 anos. “Hoje, posso afirmar que existe uma relação de amor entre o Senac, a Casa Vieira e o setor de Recursos Humanos da empresa. Porque o trabalho que o Senac desenvolve com esses jovens é tão importante quanto o nosso. É uma grande satisfação receber os aprendizes e acompanhar a evolução deles”, emociona-se. “Nós também abraçamos a causa e percebemos que ganhamos muito com a presença dos aprendizes em nossa empresa”, salienta Fabiane Assumpção, analista de RH da empresa Soservi.

 

Washington de Lima, 18, é aluno do curso de Aprendizagem em Serviços de Supermercados. Aos 18 anos, ele conta que a participação no programa é um divisor de águas na vida dele. “Sou outra pessoa, mais responsável, pontual e cheio de planos para o meu futuro profissional”, relata. Sentimento compartilhado pelo colega de turma, Jaerlington dos Santos, de 19 anos. “Por meio do programa, desenvolvi competências e habilidades que me colocam numa condição de destaque. Tenho orgulho do que o Senac fez em minha vida”, declarou o jovem.

 

Sheyla Vasconcelos, gerente da Unidade de Programas Sociais do Senac Alagoas, destaca a importância do evento. “Essa é a segunda edição do Seminário Senac de Aprendizagem, evento que tem o objetivo de reunir os parceiros a fim estreitar o relacionamento entre as empresas contratantes, o Senac e os aprendizes, fortalecendo o programa e incentivando o surgimento de cidadãos ativos e conscientes de sua força”, disse ela, ao agradecer a presença de todos os parceiros e fazer uma referência ao projeto “Fale, Educação”, que também conta com o apoio do Senac e foi idealizado pela 19.ª Promotoria de Justiça da Capital com o objetivo de capacitar professores e estudantes sobre os direitos da população em campos temáticos, como saúde, democracia, probidade administrativa, meio ambiente, educação, alimentação, integridades física e emocional, convivência pacífica, liberdade de expressão, trabalho e infância e juventude.

 

Mônica Paiva, assistente social do Programa Vira Vida, criado pelo Sesi com o objetivo de apoiar jovens com idade entre 15 e 21 anos em situação de vulnerabilidade social, também participou do evento e agradeceu a parceria do Senac para o sucesso do programa. “Trabalhamos com jovens que são vítimas de violência e rejeição. Nosso desafio é elevar a autoestima deles por meio do resgate de valores e afetos, o que tem sido possível com a ajuda de parceiros, como o Senac”, disse ela.

 

A programação também contou com uma homenagem dos alunos aos instrutores e equipe pedagógica, que receberam flores e ficaram emocionados com a descrição de suas características sob a visão dos aprendizes. E as empresas que foram destaque no programa também foram homenageadas. Elas receberam o Selo Senac de Aprendizagem, criado pelos alunos, que reúne as marcas formativas do Senac – atitude saudável, colaborativa e empreendedora, visão crítica, protagonismo juvenil, e conhecimento técnico científico – contornando o mapa do Estado de Alagoas. “Somos gratos em honrar as empresas contratantes, como o folclore honra nosso Estado”, discursou a aluna Eva Oliveira, do curso de Aprendizagem em Serviços Administrativos, ao agradecer o incentivo das empresas pelo crescimento dos jovens aprendizes.

 

A empresa Unicompra foi homenageada como a que mais efetiva jovens ao final do contrato; o grupo Walmart por apresentar a maior quantidade de jovens aprendizes no segmento de gestão e negócios; as farmácias Pague Menos pela maior quantidade de jovens aprendizes matriculados no eixo saúde; o posto Quarto de Milha pela maior quantidade de aprendizes matriculados no eixo infraestrutura e hospitalidade; e a empresa Tigre Vigilância foi homenageada pelo maior índice de efetivação. A Objetiva Distribuidora recebeu o Selo Senac de Aprendizagem como a empresa do ano, de acordo com os votos dos colaboradores da Unidade de Programas Sociais do Senac, e a Casa Vieira foi a empresa do ano de acordo com o voto dos alunos.

 

O evento foi encerrado com uma apresentação musical preparada pelos alunos, sob a supervisão do instrutor e músico, Fábio Gomes.

 

 

Programa de Aprendizagem

 

A educação oferecida aos aprendizes é vivenciada em sentido amplo. Além da grade curricular específica de cada curso, com seus conhecimentos teóricos e práticos, os jovens têm à disposição atividades extras e são estimulados a desenvolver autoestima, criatividade, cidadania, responsabilidade e ética.

 

 

Confira as fotos!

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *