16 de maio de 2018

Programa de Aprendizagem é uma das pautas da reunião do Conselho Estadual do Trabalho

Reforçar a importância do programa para as empresas é um dos objetivos do grupo.  

O centro administrativo do Senac, em Alagoas, foi sede, na última terça-feira (8.5), para a reunião do Conselho Estadual do Trabalho, dentro da qual foram discutidas soluções para reforçar, junto às empresas, a importância do Programa de Aprendizagem e, assim, possibilitar o ingresso dos jovens no mercado de trabalho. “Precisamos sensibilizar as empresas de que elas podem qualificar e desenvolver seu futuro profissional, com foco nas próprias necessidades. Por meio da Aprendizagem, a empresa atende à legislação, promove a formação profissional, insere o jovem no mercado de trabalho e contribui para a transformação de vida das famílias alagoanas”, destaca Telma Ribeiro, Diretora Regional do Senac Alagoas e presidente do Conselho, ao antecipar que, em setembro, será realizado o II Seminário Senac de Aprendizagem, evento que reúne especialistas e empresários para discutir a aplicação da Lei Jovem Aprendiz nas empresas alagoanas.

 

Regulamentada em 2005, a Lei de Aprendizagem Profissional prevê a contratação de adolescentes e jovens entre 14 e 24 anos (exceto para aprendizes com deficiência, para os quais não há limite máximo de idade), desde que estejam frequentando o ensino regular, caso não tenham concluído o Ensino Médio, e matriculados em algum programa de Aprendizagem Profissional. A remuneração tem como base o salário mínimo, mas é proporcional ao número de horas cumpridas.

 

Durante a reunião, o superintendente Regional do Trabalho e Emprego em Alagoas, Victor Cavalcante, sugeriu a criação de um selo de reconhecimento às empresas que atendem à cota de aprendizagem. “Foi uma reunião muito produtiva. O próximo passo é colocar as ideias em prática a fim de contribuir para as políticas de trabalho e emprego do Estado”, destacou. “O conselho é composto por representantes do governo, do empregador e do empregado. Essas reuniões têm sido muito importantes para fortalecer esse elo”, complementou Antônio Carlos dos Santos, conselheiro do segmento do trabalhador.

 

Programa de Aprendizagem

 

Uma das prioridades do Senac é o atendimento à juventude, especialmente por meio do Programa de Aprendizagem. A educação oferecida aos aprendizes é vivenciada em sentido amplo. Além da grade curricular específica de cada curso, com seus conhecimentos teóricos e práticos, os jovens têm à disposição atividades extras e são estimulados a desenvolver autoestima, criatividade, cidadania, responsabilidade e ética.

 

Como funciona o Programa de Aprendizagem?

 

A empresa é responsável pelo recrutamento e seleção do aprendiz. Após a escolha do candidato, a mesma encaminha-o para o Senac, matriculando-o em um dos cursos que seja do interesse da contratante em função da sua área de atuação. Para isso, é necessário ter entre 14 e 24 anos (não podendo completar 24 anos no programa), estar matriculado e frequentando a escola regular, ou ter concluído o Ensino Médio.

 

 

Como a empresa pode participar do Programa?

 

Deverá ser protocolado um ofício na Administração Regional do Senac Alagoas (Av. Comendador Francisco Amorim Leão, 240, Pinheiro – Maceió) ou na Unidade Arapiraca (Rua Manoel Ferreira Brito, 69, Cavaco – Arapiraca), endereçado à Direção Regional do Senac Alagoas, informando o curso pretendido, quantidade de vagas necessárias, nome da empresa, nome do responsável, telefone e e-mail.

 

Para mais informações, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *